Pizzaria do Paulista encerrado topo
Paraíba

DNIT vai instalar 38 novos radares eletrônicos em rodovias da Paraíba

Na Paraíba, serão instalados 38 novos radares eletrônicos, sendo três na BR-101, seis na BR-104 e 29 na BR-230. 20 trechos apresentam criticidade muito alta.

31/07/2019 17h31
Por: wallisson oliveira
Fonte: clickpb

Mais 38 radares eletrônicos deverão ser instalados nas rodovias paraibanas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), de acordo com informações repassadas ao ClickPB. A ação do órgão acontece logo após acordo judicial que foi homologado na última segunda-feira (29) pela Justiça Federal.

Serão instalados radares para controle de velocidade em faixas de tráfego com criticidade média, alta e muito alta. De acordo com o DNIT, estes pontos foram identificados em estudos realizados no ano de 2016.

Na Paraíba, serão instalados 38 novos radares eletrônicos, sendo três na BR-101, seis na BR-104 e 29 na BR-230. 20 trechos apresentam criticidade muito alta, de acordo com o estudo do DNIT. Outros dez trechos das rodovias federais têm criticidade alta e oito apresentam criticidade média.

De acordo com o DNIT, devido ao acordo será realizado um novo estudo para redimensionar a quantidade de radares priorizando os trechos efetivamente necessários e considerando o caráter educativo dos equipamentos.

O acordo para a instalação dos radares foi homologado pela Justiça Federal após construção consensual entre Ministério da Infraestrutura, DNIT e Ministério Público Federal. Após a homologação do acordo, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, declarou que não haverão mais radares escondidos. "Estamos analisando a questão do ponto de vista técnico", enfatizou.

Ainda de acordo com o ministro, o número de mil radares é o mínimo necessário para manter a segurança nas rodovias.

"Onde é que estão esses equipamentos? Nas transições de área rural para área urbana, onde a gente precisa alertar o motorista que ali ele precisa reduzir a velocidade, nas proximidades de alguns equipamentos públicos, como escolas e em pontos onde são recorrentes acidentes por excesso de velocidade", observou Freitas.

 

NOTA – Radares

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT esclarece que, decorrente do acordo judicial homologado na última segunda-feira (29) pela Justiça Federal, será priorizada a instalação de aproximadamente 1.140 radares eletrônicos, visando o controle de velocidade em faixas de tráfego com criticidade 'média', 'alta' e 'muito alta', os quais foram identificados em estudos realizados ainda em 2016.

O acordo judicial é fruto de extensa negociação e foi construído consensualmente pelo Ministério da Infraestrutura, DNIT e Ministério Público Federal, o que permitiu uma redução do quantitativo de radares, contemplando a instalação de equipamentos nos pontos mais sensíveis, prioritariamente em áreas urbanas. A implantação das faixas estabelecida no acordo busca também coerência com a disponibilidade orçamentária do DNIT para tal finalidade.

Em função do acordo, a partir de diretrizes atualizadas a serem estabelecidas pelos técnicos do Ministério da Infraestrutura, será realizado novo estudo para redimensionar a quantidade de radares, priorizando os trechos efetivamente necessários e considerando o caráter educativo dos equipamentos.

Coordenação de Comunicação Social – DNIT

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.