Pizzaria do Paulista encerrado topo
LICITAÇÃO

Zona Azul terá funcionamento e fiscalização informatizados, em João Pessoa

No início, o sistema de estacionamento rotativo permanecerá na região central da Capital, com 1.989 vagas. Mas a quantidade deve chegar a 3.037 unidades em menos de um ano.

07/05/2019 09h24
Por: wallisson oliveira
Fonte: clickpb

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) publicou edital de licitação para a contratação da empresa que deve gerir o novo sistema de estacionamento rotativo da Capital, chamado atualmente de Zona Azul. De acordo com o edital, o sistema passará a ter funcionamento e fiscalização informatizados, para garantir maior eficiência ao serviço, disponibilizando mais vagas para a população em locais com demanda elevada. 

O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do sábado (4). “Queremos modernizar o serviço de estacionamento rotativo de João Pessoa trazendo o que há de mais atual nesse modelo”, explicou o superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, Adalberto Araújo. Segundo ele, o novo sistema vai facilitar a vida de quem procura por vagas em locais muito frequentados.

A previsão é que, por meio da web ou de um aplicativo vai ser possível saber onde há vagas, evitando perda de tempo na procura. O pagamento também pode ser feito digitalmente. Pelo próprio celular, o usuário vai poder pagar a quantia por meio de transferência ou utilizando os dados de seu cartão.

Quem preferir poderá pagar em totens que serão disponibilizadas em estabelecimentos comerciais parceiros. Elas estarão a, no máximo, 80 metros de distância uma da outra e aceitarão pagamentos em cartão de crédito ou débito.

Etapas - No início, o sistema de estacionamento rotativo permanecerá na região central da Capital, segundo informou a prefeitura. Serão 1.989 vagas já no lançamento. Na segunda etapa, dez meses depois, serão implantadas mais 1.048, levando a um total de 3.037 unidades. Estão previstas vagas para motocicletas, motonetas e ciclomotor. Uma ampliação futura deve ser realizada, mas os locais que poderão receber o sistema ainda passarão por estudos que vão garantir sua viabilidade.

Outra novidade é a diferenciação das ruas de acordo com o tempo de permanência permitido. Haverá três faixas de horário. Na Zona Vermelha será possível permanecer por uma hora, com possibilidade de renovação online por mais uma hora. Na Zona Azul será possível ficar por duas horas e na Zona Verde por cinco horas. As duas últimas não permitem renovação do horário.

O tempo de funcionamento do serviço também deverá ser estendido. Com a implantação do sistema, as vagas serão monitoradas das 7h às 18h nos dias úteis e das 7h às 16h aos sábados.

A fiscalização acontecerá por meio de agentes em posse de terminais portáteis e veículos que farão leitura automática das placas, um sistema chamado OCR. Os fiscais poderão saber pela placa quem pagou ou não pela vaga e se o tempo de estacionamento ainda é válido.

Edital - As empresas interessadas terão 45 dias para a apresentação de uma proposta, contados a partir da data de lançamento do edital. O processo terá três fases, sendo uma para envio da documentação de habilitação, uma segunda para envio de uma proposta técnica e a última com o encaminhamento de uma proposta de preço da tarifa e do valor de repasse. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.